Notícias

17/02/2020

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito – SEMUTTRAN de São José dos Pinhais participa de reunião do CETRAN

Com o objetivo de cumprir e fazer cumprir as normas para integração dos municípios do Paraná ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT) na gestão do trânsito e verificar sua regular atuação, na forma do inciso VIII, do artigo 14, do CTB, O CETRAN convida os órgãos de trânsito do Paraná para participarem das reuniões, conforme cronograma a ser seguido. A apresentação deverá seguir roteiro de acordo com a Resolução 045/16 CETRAN que “Estabelece os procedimentos e os requisitos mínimos para a apresentação dos Gestores dos Municípios inseridos no Sistema Nacional de Trânsito ao CETRAN/PR”.

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito – SEMUTTRAN de São José dos Pinhais através do Departamento Municipal de Trânsito – DEMUTRAN, na pessoa do Diretor Eduardo Camargo Umbria, participou da reunião do CETRAN no dia 10 de fevereiro de 2020.

A SEMUTTRAN está localizada no Centro de São José dos Pinhais, Rua Dr. Claudino dos Santos, 700. A criação da Secretaria, foi em 2005, com a Municipalização do Trânsito – DEMUTRAN – através da Secretaria Municipal de Segurança – SEMUSEG onde atuavam os Guardas Municipais que atualmente são denominados Agentes Municipais de Trânsito. Por meio da Lei 1.955/2012 foi criada a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito, os Departamentos Municipal de trânsito e de Transportes passaram a ser vinculados a SEMUTTRAN.
O Departamento Municipal de Trânsito é responsável por planejar e implementar políticas de melhoria para o trânsito.

São José dos Pinhais possui a 6ª frota veicular do Paraná. Apresentou algumas das ações realizadas pela Divisão de Engenharia de Tráfego exercício de 2019; Divisão de Sinalização período de 12 meses; Divisão de Processamento e Administração e Coordenadoria de Educação para o Trânsito. O Departamento Municipal de Trânsito conta com as parcerias da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná, SAMU, ECOVIA, Bombeiros – SIATE, Polícia Científica e do Programa Vida no Trânsito da Organização Mundial de Saúde que integra um movimento internacional de redução de lesões e mortes no trânsito. Com isso, o número de óbitos no trânsito do município teve uma redução de 74,3%, sendo os principais fatores a diminuição no excesso de velocidade, nos atropelamentos e na falta de uso de cinto de segurança.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.